Programa Opinião Livre: o cenário eleitoral após o afastamento do prefeito de Viamão

Hoje fui convidado a participar da bancada do programa Opinião Livre, da Metropolitana Web aqui de Viamão.

O assunto, claro, foi o cenário político depois do afastamento do prefeito e de parte de sua equipe de secretários. Além disso, trocamos informações sobre o futuro das investigações e os próximos prováveis alvos dela.

Tive a honra de dividir os microfones com três figuras conhecidíssimas da cidade: o professor Cláudio Martins, o sempre polêmico Alexandre Godoy, presidente do PDT local, e o apresentador do programa, meu amigo Vilson Arruda Filho.

O programa contou com uma boa audiência e o público mandou muitos comentários interessantes durante a transmissão ao vivo.

Assista:

PROGRAMA OPINIÃO LIVRE VIAMÃO – 18/02/2020

Publicado por Metropolitana Web em Terça-feira, 18 de fevereiro de 2020

 

LIVE: Metroshow Geek RETROSPECTIVA melhores filmes de 2019

Hoje tive a oportunidade de falar um monte de bobagens e tirar sarro dos filmes pelos quais os nerds, fanboys e otakus babaram neste ano de 2019 no Metroshow da Metropolitana Web.

Na bancada comigo, o elenco fixo: Fábio Edgar, Fagner “Fafá” Pesch e a sempre graciosa Pâmela Andrade, que parece ser a única pessoa mais ou menos normal deste programa.

Assista:

 

PROGRAMA METROSHOW GEEK – VIAMÃO – 24/12/2019 – (REPRISE)

PROGRAMA METROSHOW GEEK – VIAMÃO – 24/12/2019 – (REPRISE)

Publicado por Metropolitana Web em Segunda-feira, 23 de dezembro de 2019

Entrevista ao programa Sofazinho do Diário de Viamão

O Diário de Viamão me convidou para dar uma entrevista, do tipo “perfil”, no programa Sofazinho, exibido em seu site e nos perfis em redes sociais.

 

SOFAZINHO EP 2 – FÁBIO SALVADOR

TÁ NO DIÁRIO | SOFAZINHO | No segundo episódio desta temporada do Sofazinho, batemos um papo com o jornalista Fábio Salvador! Papo bem bacana sobre política viamonense, contexto nacional e estreia do novo quadro do programa: Manda meme ou sai do grupo!

Publicado por Diário de Viamão em Terça-feira, 10 de setembro de 2019

 

Existe pelo menos um fato irônico nisso: em 2006, eu precisava desesperadamente de um emprego, e o jornalista Carlos Dickow Jr comandava a redação do DV. Ele queria me contratar (ao menos me dizia isso), mas a diretoria do jornal vetou meu nome.

Este foi o ponto no qual eu comecei a buscar trabalho em outras áreas de atuação, deixando o jornalismo como algo secundário. Mais de uma década depois, eu apareço no Diário de Viamão, não para pedir um emprego, mas como convidado. E ainda fui citado como referência pelo entrevistador.

O mundo realmente dá muitas, muitas voltas.