Coluna no Diário de Viamão, 10/06/2021

Valores retidos pela Receita Federal podem virar dinheiro no bolso do contribuinte

Há casos nos quais um contribuinte teve valores de IRRF retidos durante o ano anterior, mas a renda não alcançou a margem que obrigaria a declarar o Imposto de Renda de Pessoa Física.

Nessas situações, a pessoa pode fazer a sua declaração agora, depois do fim do prazo, sem pagar multa alguma. E tem uma grande chance de receber de volta parte ou todo o valor retido.

Como saber se estou nesta situação?

Basta consultar o demonstrativo anual de rendimentos. Caso você não consiga “decifrar” o documento por conta própria ou tenha dúvidas, a orientação é buscar o auxílio de um contador ou contatar o NAF (Núcleo de Apoio Contábil e Fiscal) mais próximo.


Ajuda pelo Whatsapp

Para tirar dúvidas e assessorar as pessoas no uso de seus serviços e no cumprimento de suas obrigações, a Receita Federal firmou parceria com diversas instituições de ensino e criou os NAFs.

Na região, temos os seguintes NAFs atendendo pelo Whatsapp:

São Judas – (51) 99806-4683

Uniritter – (51) 98037-8267

Fadergs – (51) 98037-8267

Cesuca – (51) 99955-4013


Resultados do IRPF

Este ano, pouco mais de 31 milhões de brasileiros que declararam o Imposto de Renda de Pessoa Física 2021.

De todas essas declarações, pouco mais de 10 milhões (34% do total) estão na Fila da Restituição, esperando receber valores que serão devolvidos pelo governo às pessoas nos lotes nos próximos meses.

O número de declarações que resultou em Imposto a Pagar é menor: 6,1 milhões, ou pouco menos de 20% do total.

Pouco mais de 1,3 milhão de declarações estão na Malha Fiscal, e os cidadãos que as fizeram precisarão retificá-las ou comprovar com documentos as informações prestadas. Este número corresponde a 4,25% do total entregue.


No Rio Grande do Sul

No total, 2,2 milhões de gaúchos fizeram a declaração do Imposto de Renda este ano.

Destes, 734 mil estão na Fila da Restituição, e vão receber valores.

Outros 530 mil têm Imposto a Pagar.

E 80 mil (3,64%) estão na Malha Fiscal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *