Destinação do IRPF 2022 dispara em Caçapava do Sul e Santana da Boa Vista

A destinação de Imposto de Renda diretamente na declaração aos Fundos da Criança e do Adolescente e aos Fundos do Idoso vem crescendo ano após anos. Em 2022, por conta das campanhas movidas por diversas entidades públicas e com o empenho dos gestores locais da Receita Federal, este crescimento acelerou-se ainda mais.

Os dados preliminares, para o Rio Grande do Sul, foram os seguintes:

Acréscimo de 25% das destinações aos Fundos da Criança e do Adolescente, passando de 14,8 milhões de reais no ano passado para 18,6 milhões agora.

E um acréscimo ainda maior, de 54% nas destinações aos Fundos do Idoso, que foram de 6,8 milhões em 2021 para 10,5 milhões em 2022.


Região abrangida pela nossa Agência foi ainda melhor

Nas duas cidades sob a jurisdição da Agência da Receita Federal em Caçapava do Sul, o crescimento dos valores destinados aos Fundos foi ainda maior do que a média estadual.

Aqui, tivemos a entrada de novos Fundos (em Santana da Boa Vista), e uma disparada nos valores da própria cidade-sede da unidade.


Caçapava do Sul

Este ano, a soma total das destinações feitas nas declarações do IRPF 2022 ao Fundo Municipal dos Direitos da Criança de Caçapava do Sul foi de R$ 38.014,06.

O valor representa um aumento de 37,45% na comparação com o ano passado, que foi de R$ 27.654,91. Em 2020, haviam sido aproximadamente 25 mil reais.

Com isso, os caçapavanos acabam de ultrapassar a marca dos 10% do potencial de destinações da cidade (que é próximo de R$ 320 mil).

Caçapava ainda não possui um Fundo do Idoso, mas os vereadores e o prefeito vêm trabalhando para regularizá-lo até a declaração do ano que vem.


Santana da Boa Vista

A declaração do IRPF 2022 marca também outro momento importante na história das destinações: pela primeira vez, Santana da Boa Vista figura com os Fundos da Criança e do Idoso.

Os resultados deste primeiro ano são os seguintes:

Para o Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, foram destinados R$ 3.241,29, valor próximo de 10% da margem destinável sobre o Imposto de Renda dos moradores locais.

Já para o Fundo Municipal dos Direitos do Idoso, o resultado foi bem melhor: R$ 7.309,46, pouco mais de 20% do potencial da cidade.

Fabio Burch Salvador