Coluna no Diário de Viamão, 07/04/2022

Prorrogado o prazo do IRPF 2022 e quase uma tonelada de cocaína apreendida pela Receita

A Receita Federal publicou no Diário Oficial da União uma Instrução normativa prorrogando para 31 de maio de 2022 o prazo de entrega da Declaração de Ajuste Anual do Imposto sobre a Renda das Pessoas Físicas, da Declaração Final de Espólio e Declaração de Saída Definitiva do País.

O imposto a pagar apurado também teve seu vencimento adiado para o final do mês de maio, mas as restituições seguirão o cronograma anterior, sem alteração. As datas permitidas para o débito automático passam a ser 10 de maio, para a primeira cota, e até 31 de maio para as demais.

A prorrogação visa mitigar eventuais efeitos decorrentes da pandemia da Covid-19 que possam dificultar o preenchimento e envio das declarações, visto que alguns órgãos e empresas ainda não estão com seus serviços de atendimento totalmente normalizados.


Mais de 11 milhões de declarações no Brasil

Até ontem, a Receita Federal havia recebido 11.728.760 de declarações do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) 2022 em todo o Brasil. A expectativa é de que 34,1 milhões de brasileiros devam declarar o IR este ano.
No Rio Grande do Sul, a estimativa é de que o número de declarações chegue a 2,4 milhões (até agora, foram 750 mil).

Em Viamão, 14.069 pessoas já fizeram o IRPF 2022 (o total esperado fica em torno de 38.500).


Quase uma tonelada de cocaína apreendida

A Receita Federal frustrou, na virada do mês, uma tentativa de envio ao exterior de 892kg de cocaína no Porto de Santos. A carga tinha como destino o porto de Hamburgo na Alemanha.

A ação utilizou tecnologia de ponta, com uso dos scanners da Receita Federal e também o trabalho de um cão de faro durante a inspeção.

Os trabalhos desenvolvidos na operação fazem parte das ações de vigilância e repressão a ilícitos aduaneiros realizadas pela Receita Federal, reforçando a presença fiscal e aumentando a percepção de risco.

Após a localização da droga, a Polícia Federal foi acionada para realizar o trabalho de perícia no local e participar, de forma integrada, do restante da operação.

A droga apreendida ficará sob guarda da Polícia Federal, que prosseguirá com as investigações a partir de informações da Receita Federal.

Fabio Burch Salvador