Notas da Receita Federal (Gazeta de Caçapava, 23/12/2021)

Arrecadação de Novembro foi de R$ 157 bilhões

A arrecadação total das receitas federais em Novembro de 2021 foi de 157,3 bilhões de reais, registrando um acréscimo real de 1,41% na comparação com Novembro de 2020.

Lembrando sempre: “acréscimo real” é o crescimento do valor arrecadado, subtraindo a inflação do período (calculada pelo IPCA).

No acumulado, de Janeiro a Novembro de 2021, a soma das arrecadações federais chegou a 1 trilhão, 684 bilhões, 913 milhões de reais. Esta soma representa um acréscimo real de 18,13% quando comparada ao acumulado Janeiro-Novembro de 2020.


Fatores não recorrentes

Os recolhimentos extraordinários de IRPJ e CSLL em Novembro de 2020 foram de 1,2 bilhão e neste Novembro foram de 3 bilhões. No acumulado do ano, já somaram 39 bilhões em 2021, contra apenas 6,5 bilhões em 2020.

Além disso, houve uma redução no valor das compensações tributárias (de 20 bilhões em Novembro passado para 14 bilhões agora).

O IOF, que em Novembro de 2020 havia sofrido uma queda (de 2,3 bilhões) neste ano teve um crescimento de 710 milhões.


Sem os fatores extraordinários

Os recolhimentos extraordinários e outros fatores excepcionais alteram a soma geral das arrecadações. Por isso, é interessante também levantarmos a realidade da arrecadação sem eles.

Excluindo fatores não recorrentes, o crescimento real da arrecadação de Novembro, quando comparada à de Novembro passado, foi de 2,32%. E o acumulado do ano registra um acréscimo real de 11,94%.


Rio Grande do Sul

A arrecadação das receitas federais na 10ª Região Fiscal (ou seja, no RS) em Novembro foi de 7,1 bilhões de reais. O valor representa um crescimento nominal de 7,9% na comparação com Novembro de 2020 mas, descontando a inflação calculada pelo IPCA, temos um decréscimo (ou seja, uma diminuição) de 2,6%.


Mercadorias e veículos

Na edição passada, falamos do crescimento das destinações de Imposto de Renda para os fundos municipais em 2021. Agora, vamos falar sobre destinações de mercadorias e veículos.

Este ano, conseguimos fazer a destinação de três veículos para a Prefeitura de Caçapava do Sul: um Onix, uma camionete S10 e uma Ford Courier. Além disso, fizemos uma destinação de roupas, cobertores e outros itens totalizando 40 mil reais à Prefeitura de Santana da Boa Vista.

Estes carros e produtos haviam sido apreendidos pela Receita Federal em ações de combate ao contrabando e ao descaminho, e agora estão sendo usados para beneficiar as comunidades destas duas cidades.

Ao longo do ano, a Agência local recebeu – e encaminhou à Delegacia da Receita Federal em Santa Maria – ainda outros ofícios destas duas Prefeituras e de entidades. Esperamos poder atendê-los em 2022.