Notas da Receita Federal (Gazeta de Caçapava, 15/10/2021)

Receita Federal arrecada mais de 146 bilhões em agosto de 2021

A arrecadação total das Receitas Federais atingiu, em agosto de 2021, o valor de R$ 146,4 bilhões, registrando acréscimo real (IPCA) de 7,25% em relação a agosto de 2020.

No período acumulado de janeiro a agosto de 2021, a arrecadação alcançou o valor de R$ 1,2 trilhões, representando um acréscimo pelo IPCA de 23,53%.

Importante observar que se trata do melhor desempenho arrecadatório desde 2000, tanto para o mês de agosto, quanto para o período acumulado. O mesmo acontecendo para os meses de fevereiro, março, abril e maio de 2021.


Fatores principais

O resultado pode ser explicado, principalmente, pelos fatores não recorrentes, como recolhimentos extraordinários de, aproximadamente, R$ 29 bilhões do IRPJ/CSLL de janeiro a agosto de 2021 e pelos recolhimentos extraordinários de R$ 2,8 bilhões no mesmo período do ano anterior. Além disso, as compensações cresceram 30% no período acumulado.


No Rio Grande do Sul

A arrecadação federal na 10ª Região Fiscal (RS) totalizou, no mês de AGOSTO/2021, um montante de 6,4 bilhões de reais entre impostos e contribuições, representando aumento de 17,2%, em termos nominais, comparado ao recolhido em Agosto do ano passado. Corrigido pelo IPCA, este percentual corresponde a um aumento de 7,8%.

A participação mensal da 10ª Região Fiscal atingiu 4,58% do total Brasil, com a arrecadação fazendária representando 4,13% e a Previdenciária, 5,77% do total nacional.


Receita Federal concentra vários serviços em novo aplicativo para celulares

A Receita Federal acaba de lançar um aplicativo que simplifica o acesso a vários serviços e informações de interesse dos brasileiros. Na palma da mão, em um único aplicativo, o cidadão encontra diversas funcionalidades já oferecidas pelo órgão. E para usufruir dessa facilidade, basta baixá-lo na App Store (iPhones) ou Google Play (celulares Android). O nome do aplicativo é “Receita Federal”.

O novo app traz serviços de CPF, declaração do Imposto de Renda, acompanhamento de processos, eSocial, atividades econômicas, bem como realização de agendamento de atendimento e visualização das unidades da Receita. É possível, ainda, ter acesso a notícias sobre a Receita e conteúdos do canal da Receita Federal no YouTube.

A autenticação do usuário é realizada por meio da conta gov.br, que disponibiliza acesso de forma mais segura e personalizada. O objetivo é buscar soluções mais simples, sem que o contribuinte precise perder tempo buscando vários canais para ter acesso aos serviços.

Atualmente o novo aplicativo reúne funcionalidades já disponíveis nos aplicativos IRPF, e-Social Doméstico, e-Processo, Pedido Eletrônico de Restituição, Ressarcimento ou Reembolso e Declaração de Compensação (PerDcomp), além dos sistemas Cadastro das Atividades Econômicas das Pessoas Física (CAEPF) e Sistema de Apoio ao Gerenciamento do Atendimento (Saga).

Nesta primeira versão, ainda é preciso manter esses aplicativos instalados no dispositivo móvel para ter acesso a algumas funcionalidades no aplicativo Receita Federal. A expectativa, no entanto, é que, até o final do próximo ano, todas as funcionalidades dos principais aplicativos já estejam unificadas no aplicativo Receita Federal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *