Entrevista ao programa Sofazinho do Diário de Viamão

O Diário de Viamão me convidou para dar uma entrevista no programa Sofazinho, exibido em seu site e nos perfis em redes sociais no inverno de 2019.

Temendo perder este vídeo caso o Diário algum dia saísse do ar, eu fiz o download dele e o hospedei no meu próprio canal do Youtube.

O que foi uma boa ideia, já que o jornal foi vendido e o vídeo original não está mais disponível.

 

 

Uma curiosidade:

Em 2006, eu precisava desesperadamente de um emprego, e o jornalista Carlos Dickow Jr comandava a redação do DV. Ele queria me contratar (ao menos me dizia isso), mas a diretoria do jornal vetou meu nome.

Este foi o ponto no qual eu comecei a buscar trabalho em outras áreas de atuação, deixando o jornalismo como algo secundário. Acabei fazendo concursos, entrando para o serviço público e usando o tempo livre para fazer comunicação. Como eu não precisava sobreviver dela, pude fazer algumas experimentações e abrir alguns caminhos inexplorados pelos profissionais de comunicação da cidade.

Agora, mais de uma década depois, eu apareço no Diário de Viamão, não para pedir um emprego mas sim como convidado. E descubro que o editor-chefe do jornal, quando ainda era um estudante, acompanhava meu trabalho.

O mundo realmente dá muitas, muitas voltas.